Vigília “vale a pena viver, subindo aos céus”

0
26

FJU PE inicia o ano de 2017 na presença de Deus.

Vale apena viver, esse foi o tema da vigília que aconteceu em todo o Brasil, transmitida por vídeo conferência pelo bispo Marcelo Brayner. Em Pernambuco, milhares de jovens se concentraram na catedral da Universal em Recife na noite da última sexta- feira , dia 20 de janeiro, para participar desse grande evento.

No início, o bispo Marcelo Brayner falou sobre o que há por trás da baixa auto-estima que leva os jovens à auto mutilação e ao suicídio: “ Muitos jovens estão perdendo as forças, estão se entregando, e Deus nos deu essa direção, assim como trabalhamos com o movimento saiba dizer não, e alcançamos milhares de jovens,trabalharemos o Vale a pena viver.”

O bispo transmitiu uma mensagem enfatizando que a fé no Senhor Jesus é a única forma de encontrar a verdadeira vida, e que para isso a FJU se empenha com atividades diversas que ajudam os jovens a desenvolverem suas habilidades, atividades esportivas, culturais, e inclusive de incentivo aos estudos.

“Muitas vezes os jovens querem apenas ser pastores ou esposas de pastor, mas você pode servir a Deus com seu talento, sendo um profissional excelente.”

O pastor Luiz André, responsável pelo universitários FJU, foi convidado a falar sobre o projeto:

“Nosso objetivo é agrupar os universitários que estão dentro da igreja, criar uma estrutura, para que possamos receber da melhor maneira os que ainda não vivem a fé, você pode nos procurar, dar idéias, Deus conta com você e esse projeto dará início a uma revolução na Universal.”Contou o pastor.

O bispo Marcelo aproveitou um momento da vigília para tirar dúvidas, respondendo à perguntas enviadas por email , sobre a vida espiritual, familiar, e outros temas que fazem parte do universo de jovens, as perguntas foram respondidas com clareza e descontração.

O bispo também consagrou o projeto Uniforça, falou da importância do trabalho que é desenvolvido pelos voluntários, que ajudam em organização de eventos e em situações de catástrofes e calamidades.

A vigília foi a primeira de muitas que acontecerão no ano de 2017, focando temas através dos quais seja possível ajudar a juventude a entender que há meios para superar o sofrimento, e descobrir que vale a pena viver.

COMPARTILHE

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA