Vigília da Definição no Pará

1
257

Nos presídios, nos hospitais, no mundo das drogas; mergulhados em suas próprias teorias e com um vazio interno por desacreditarem totalmente de Deus, saturados pela religião e tentativas frustradas de encontrar o que desconhecem. Esse é o retrato atual daqueles que se encontram espiritualmente perdidos, pois se desconectaram de Deus, devido absorverem conteúdos prejudiciais.

Pensando nisso, a Força Jovem Universal (FJU) realizou a Vigília da Definição, na madrugada deste sábado, 16, onde os jovens foram conscientizados sobre a importância de se reencontrar com o Espírito Santo, pois todos nascem puros, mas se deixam corromper pela influência da sociedade.

Essa foi a primeira vigília realizada em 2016, pelo coordenador nacional, Bispo Marcello Brayner, onde comentou sobre a definição ser algo indispensável para aqueles que estão sem a direção de Deus, experimentando coisas absurdas com o intuito de ter o vazio preenchido.

“Uma coisa é você realizar um sonho. Outra completamente diferente é você se realizar, pois encontrou o que sua alma buscava.” comentou ele.

Para se tornar uma pessoa realizada, o segredo é se blindar contra a corrente negativa das palavras. Para exemplificar, o bispo citou o Cap. 1, Ver. 2 e 3, do livro de Gênesis, que diz: “E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. E disse Deus: Haja luz; e houve luz.”

Com o uso da palavra positiva, vem também o resultado positivo. O que também fica provado no final do mesmo capítulo: “E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom;”

Na oportunidade, houveram algumas apresentações, como a do time de Rugby pelo projeto Esportes e apresentações de dança, teatro e canto, através do projeto Cultura. Ao final, houve batismo nas águas para os que se definiram na fé.

Por: Mídia FJU Pará

COMPARTILHE

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA