12792247_795361540595047_5309181987551548074_oA expectativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é de que, até 2055, o número de pessoas com mais de 60 anos supere o de brasileiros com até 29 anos. Com isso vemos que não há como fechar os olhos para a realidade de que os idosos constituem boa parte da nossa sociedade e que devemos sim dar a atenção e respeito que eles necessitam. Neste intuito, no último sábado os voluntários da Força Jovem Universal e do projeto Cidadania se uniram para proporcionar conforto e alegria aos idosos que residem no asilo Cantinho da Vila localizado no Jaraguá em São Paulo.

Segundo relato de Maria, diretora do asilo, “as visitas de grupos não são muito frequentes e orfanatos acabam recebendo mais visitas do que asilos”, uma realidade que ela presencia todos os dias. O asilo funciona a 16 anos e possui em média 30 idosos. Segundo Nair o dia foi uma felicidade completa. “É muito carinho, muito amor. Vivemos aquela vidinha todo dia igual, mas hoje, o ambiente mudou.” Confidencia.

12901311_795361077261760_2627115289160796983_oA alegria estava estampada no rosto de todos os que estavam presentes, foi realizada uma apresentação de dança anos 80 onde os idosos puderam dançar, além de música ao som do violão. Na oportunidade também foram feitas doações de produtos de higiene pessoal,
fraudas geriátricas e alimentos. A preocupação dos voluntários era em atender as necessidades físicas desses idosos, mas acima de tudo reconhecer e mostrar a eles a sua importância, Yolanda uma das senhoras do asilo demonstra sua gratidão pela ação realizada. “Foi um premio do céu, um premio que Deus nos enviou, uma alegria e uma felicidade sem comparação” diz.

Para o Pastor Kleber Pinheiro responsável pela FJU na Zona Leste essa iniciativa teve como finalidade demonstrar gratidão.
“A intenção dessa ação foi trazer alegria para esses senhores e senhoras porque nós sabemos que eles já deram muito, já fizeram muitas pessoas sorrir, já deram muito amor e a Força Jovem está aqui só para retribuir.” Concluiu o pastor.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA